Pesca + Sustentável

Vencedor do Desafio de Impacto Social Google – 2014

 

 

PARA MUDAR O RUMO DA PESCA ARTESANAL NO BRASIL

Em 2014, as oportunidades e os desafios da pesca artesanal no país motivaram a Conservação Internacional a transformar em projeto uma solução que contribuísse para a disseminação de modelos de negócio mais sustentáveis, capazes de influenciar diretamente a renda dos pescadores, a sobrevivência das espécies e a qualidade do produto final para o consumidor.

Nascia o Pesca + Sustentável, iniciativa que ganhou ainda mais força com a realização da primeira edição brasileira do Desafio de Impacto Social do Google. Foram mais de 750 projetos inscritos na disputa pelo prêmio de R$ 4 milhões que seria dividido igualmente entre quatro vencedores. Os critérios de avaliação contemplavam o impacto na comunidade, a inovação, a viabilidade e a escalabilidade da proposta.

Em maio de 2014, o júri do Desafio anunciou o Pesca + Sustentável como um dos projetos vencedores. Assim teve início a implementação desse projeto que visa mudar o rumo da pesca artesanal no Brasil. Desde então, a iniciativa conta com outros apoiadores para a continuidade da sua execução.

PRIMEIRAS INICIATIVAS

Para o início do programa Pesca+Sustentável foram selecionados pescados que atendiam uma série de pré-requisitos focados na sustentabilidade. Eles foram escolhidos em parceria com a Comissão Nacional de Fortalecimento das Reservas Extrativistas Marinhas e Costeiras do Brasil (Confrem).

A organização das comunidades pesqueiras, a capacidade de manejar e monitorar as espécies pescadas, a existência de regulamentação de período de defeso e de boas práticas de captura e os arranjos na cadeia de comercialização foram pontos analisados para esta seleção.

Dentre as organizações que atendiam aos pré-requisitos estas quatro foram selecionadas para participar do projeto:

  • Resex de São João da Ponta (PA)
  • Resex de Mãe Grande de Curuçá (PA)
  • Resex de Canavieiras (BA)
  • Associação de Pescadores Artesanais e Amigos da Praia da Pitória (RJ)

Pescados produzidos:

  • Caranguejo-uçá
  • Ostra do Mangue
  • Robalo
  • Tainha

 

QUALIFICAÇÃO DOS PROCESSOS

Embora provenientes de locais de grande qualidade ambiental e capturados com técnicas artesanais, os pescados podem perder qualidade no processo até a comercialização, seja pelas condições de manipulação, armazenamento ou processamento.

Por isso, o processo de qualificação do Pesca + Sustentável para estas etapas de produção privilegiou diferentes tipos de treinamentos oferecidos às comunidades envolvidas no intuito de fortalecer a estrutura comercial de forma efetiva e sustentável.

O desenvolvimento e a consolidação de novas práticas de manejo e de comercialização tiveram como ponto de partida estudos de viabilidade econômica que identificaram requisitos necessários para:

  • Garantir a sustentabilidade financeira das cadeias de pesca;
  • Facilitar a intermediação entre o pescador e o mercado consumidor;
  • Incentivar o comércio justo e solidário e
  • Fomentar a adoção de novas tecnologias para o uso sustentável dos recursos pesqueiros.

Ficou evidente que, para a comercialização direta, é importante incorporar habilidades de negociação, assim como contar com uma infraestrutura básica, a partir da aquisição de novos equipamentos e de adequação dos espaços físicos.

VENDA COLETIVA COMO ESTRATÉGIA

Os estudos de viabilidade econômica também demostraram que a comercialização dos pescados de forma coletiva, mais do que uma alternativa, é estratégica para:

  • Estabilidade da renda dos pescadores e pescadoras,
  • Registro da produção pesqueira destinada ao beneficiamento e comercialização,
  • Rastreamento dos produtos até o ponto final de consumo,
  • Agregação de valor ao produto,
  • Impactar positivamente a qualidade de vida da população local,
  • Fortalecimento da cadeia produtiva da pesca artesanal, respeitando-se as condições ambientais e biológicas das espécies exploradas.

A venda coletiva atua em sinergia com outras iniciativas, em especial com o sistema de rastreamento online, criado pelo Pesca + Sustentável, para dar transparência às cadeias de produção e comercialização.

Seu objetivo mais amplo é agregar valor às pescarias que atendem aos critérios de sustentabilidade, incentivando o desenvolvimento de um mercado diferenciado para o pescado. A iniciativa incrementa os ganhos diretos do pescador e garante a saúde dos estoques, contribuindo para a conservação de toda a região onde as comunidades estão inseridas.

 

 

SAIBA MAIS SOBRE O PESCA + SUSTENTÁVEL