Proteger a natureza todos dependemos para comida, água fresca e meios de subsistência

Envolver, equipar e conectar mulheres líderes indígenas na Amazônia para alcançar soluções ambientais mais eficazes e equitativas

dezembro 3, 2020

Em toda a Amazônia, as mulheres indígenas desempenham papel fundamental na gestão ambiental; de mulheres em posição de autoridade que lideram suas comunidades em protesto contra a mineração ilegal, a mulheres indígenas que lutam contra governos para proteger suas terras e mulheres guerreiras da floresta que fazem cumprir as leis de proteção ambiental e impedem madeireiros e outros executores de atividades ilegais de entrar em seus territórios

Mas, apesar de seu papel central, as mulheres são frequentemente marginalizadas nos processos de tomada de decisão em suas próprias comunidades. Embora seja verdade que haja exemplos de lideranças femininas indígenas relevantes, há uma grande lacuna de gênero em geral, onde a participação e a tomada de decisões em todos os níveis das sociedades tradicionais se apresentam aos homens, especialmente anciãos, como autoridade maior. Todo isso pode gerar políticas e iniciativas injustas tanto ao níveis local, nacional e internacional e pode inibir o sucesso dos esforços focados na conservação da biodiversidade o da mitigação e adaptação às mudanças climáticas, além de continuar a deixar o papel das mulheres indígenas na sombra e em desvantagem em relação aos homens.

Motivar e apoiar as mulheres líderes indígenas a prosperar da maneira que considerem culturalmente apropriada e alinhada com sua visão de futuro é fundamental para garantir a conservação das florestas amazônicas e a proteção de um dos principais ecossistemas da Terra.

Na agenda do projeto Nossas Futuras Florestas - Amazônia Verde, liderado pela Conservação Internacional e financiado pelo governo Francês, a questão da igualdade de gênero nos povos indígenas e comunidades locais é peça fundamental dentro de uma perspectiva de proteção das florestas amazônicas no curto e longo prazo. É por isso que este projeto inclui um Programa de Desenvolvimento de Mulheres Indígenas da Amazônia Líderes em soluções ambientais como uma oportunidade chave para apoiar diretamente essa liderança por meio de um fundo dedicado que visa posicionar os povos indígenas e comunidades locais como atores-chave no combate às mudanças climáticas, reconhecendo seu papel vital dentro do bioma Amazônia.

Sobre o programa:

Esta iniciativa oferece suporte financeiro, bem como oportunidades de capacitação e networking adaptadas às necessidades e interesses das líderes selecionadas, dando-lhes a oportunidade de melhorar e expandir sua própria liderança e passá-la para as gerações futuras. O programa apoiará 14 lideranças indígenas, sendo que duas de cada um dos países-foco do projeto Amazônia Verde serão selecionadas nesta primeira fase. Os países são Bolívia, Peru, Equador, Colômbia, Guiana, Suriname e Brasil. O Coordenador das Organizações Indígenas da Bacia do Rio Amazonas (COICA) terá um papel fundamental no esclarecimento do programa e participará do processo seletivo junto com a equipe da Conservação Internacional.

As participantes, com o apoio da equipe, devem identificar os objetivos e as atividades correspondentes que desejam realizar em suas propostas e iniciativas. Elas são solicitadas a apresentar um plano de trabalho por escrito no início do programa, que será a base para garantir a orientação e o apoio da rede. As líderes selecionadas trabalharão em estreita colaboração com a equipe da Amazônia Verde para desenvolver um plano de trabalho detalhado e um orçamento associado. As selecionadas, também participarão de reuniões mensais (pessoalmente ou por telefone) com a equipe da CI-Brasil. Ao final do programa, cada participante deve produzir um relatório final.

Com relação ao financiamento, cada participante receberá apoio financeiro de até US $ 10.000 para cobrir as atividades do projeto, salários e outras despesas, como ligações telefônicas, conexão à Internet, etc. Este valor não inclui despesas de viagem.

As inscrições devem ser enviadas até 18 de janeiro.

Para mais informações sobre a bolsa e para acessar o formulário de inscrição, visite: www.conservation.org/lideresindigenas

Todos os formulários de inscrição preenchidos devem ser enviados para lideresindigenas@conservation.org

Sobre o projeto “Nossas Futuras Florestas” - Amazônia Verde

O projeto se propõe a conservar 70 milhões de hectares da Floresta Amazônica até 2023 (21 milhões de hectares diretamente e 49 milhões de hectares indiretamente), contribuindo para o desenvolvimento das capacidades dos povos indígenas e comunidades locais para que possam liderar por si próprios, promovendo novos mecanismos de financiamento, promovendo investimentos e incentivos à conservação e, dessa forma, dar-lhes a possibilidade de implementar iniciativas próprias para conservar as florestas e garantir seu sustento. A conservação de longo prazo da floresta amazônica requer habilidades, vontade e financiamento. As atividades do projeto irão beneficiar mais de 59.000 homens, mulheres e crianças.

Esta é mais uma contribuição do projeto Nossas Futuras Florestas – Amazônia Verde, Conservação Internacional (CI-Brasil) para apoiar a implementação do Pacto de Letícia para construir sobre as prioridades estabelecidas pelo Presidente da França Emmanuel Macron durante o evento CLIMATE WEEK, em Nova York em 2019.

Contatos para imprensa

Priscila Steffen – Gerente Sênior de Comunicação
psteffen@conservation.org
Tel: +55-21-2173-6389 / +55-21-99032-5690