Intro Photo Large

Remove this module

Section Info

EditPhoto Title:Matopiba
EditPhoto Description:
EditImage Url:/global/brasil/iniciativas-atuais/PublishingImages/Pages/mapitoba/Pq%20Rio%20do%20Santo.jpg
EditImage Description:
EditPhoto Credit:
EditPhoto RenditionID Small:5[Optional]
EditPhoto RenditionID Webkit:6[Optional]
EditPhoto RenditionID Medium:7[Optional]
EditPhoto RenditionID Portrait:8[Optional]
EditPhoto RenditionID Large:9[Optional]

 

A nova fronteira de produção de alimentos

A região de “Matopiba”, localizada no encontro dos estados do Maranhão, Piauí, Tocantins e Bahia - bem no coração do Cerrado Brasileiro - é onde a expansão da fronteira agrícola do país ocorre com maior velocidade. É uma região que combina a presença de terras férteis, disponibilidade de água, relevo plano e fácil acesso o ano inteiro, permitindo a expansão das lavouras de grãos, como soja, milho e algodão, com tecnologia de alta precisão. O desafio para esta região é não repetir o modelo de expansão do passado que levou ao desaparecimento de boa parte do Cerrado, deixando um rastro de forte concentração de terra e exclusão social. A oportunidade, portanto, é desenvolver o potencial de produção de alimentos sem degradar o ambiente e garantindo qualidade de vida para os habitantes da região.

Fazendo a diferença

Com uma área de mais de 300 mil km² e uma população residente de cerca de um milhão de habitantes, a região de Matopiba tem atraído a atenção das grandes corporações globais do agronegócio, bem como de produtores nacionais de pequeno e médio porte. Além das empresas, a região também percebeu um crescimento populacional duas vezes maior que a média nacional entre 2000 e 2010.

A CI-Brasil acredita que é possível a expansão da produção de alimentos na região, sem que isso implique na devastação ambiental do Cerrado e no bem-estar das comunidades locais.

Com esse objetivo, a CI-Brasil vem trabalhando com parceiros em Matopiba no desenvolvimento e implementação do conceito de Paisagens Agrícolas Sustentáveis (PAS). Esse conceito se baseia na percepção de que a paisagem agrícola somente será sustentável se a produção adotar métodos e práticas de manejo que não corroam a base de capital natural que sustenta a própria produção com seus serviços ecossistêmicos. Além disso, a prática agrícola só será sustentável caso estejam presentes mecanismos de governança participativos, legítimos, includentes e efetivos.

Nosso objetivo

Contribuir para que o desenvolvimento da fronteira agrícola em Matopiba ocorra em um contexto de Paisagens Agrícolas Sustentáveis, para o benefício do aumento da produção de alimentos e do bem-estar humano na região.

Nossa estratégia

  • Desenvolver e validar com os produtores rurais e a academia, o conceito de Paisagens Agrícolas Sustentáveis;
  • Incentivar parcerias e articular com os diferentes segmentos e agentes que atuam na região, em particular com agentes públicos, representantes dos produtores e com grandes empresas de tecnologia e insumos para a agricultura, a implementação de demonstrações em larga escala do conceito de Paisagens Agrícolas Sustentáveis;
  • Contribuir para a adequação das propriedades rurais ao novo Código Florestal, em especial no que se refere ao Cadastro Ambiental Rural (CAR) e às áreas de Reserva Legal;
  • Desenvolver técnicas e promover estratégias de restauração de fragmentos de modo a maximizar a conectividade biológica e a configuração de corredores ecológicos;
  • Apoiar o levantamento de informações detalhadas sobre os aspectos ambientais, socioeconômicos e de governança da região.

Outros territórios prioritários

 



 

Home