Vale
© CI/Haroldo Castro
 
​CI-Brasil e Vale estão desenvolvendo uma estratégia de gestão integrada de 17 Reservas Particulares do Patrimônio Natural- RPPNs da empresa, inseridas em 13 municípios do Quadrilátero Ferrífero. O valor estratégico destas reservas privadas é ímpar por proteger um tipo especial de vegetação associado às “cangas”, um dos mais ameaçados ecossistemas brasileiros, além de amostras da Mata Atlântica e Cerrado. 

A avaliação das reservas pretende nortear as ações de pesquisa, visitação, proteção e recuperação dessas unidades de conservação, fortalecendo o objetivo individual de manejo de cada uma delas, melhorando a capacidade operacional do conjunto e contribuindo para a inserção dessas áreas no desenvolvimento territorial sustentável da região. O planejamento e a gestão integrada das RPPNs, deverá prever também a integração com as demais unidades de conservação da região, tanto públicas quanto privadas, seu papel no contexto de proteção regional, as relações com as comunidades e as interações com os fragmentos florestais circumvizinhos, como parte de uma estratégia de boa governança.

Com esse trabalho, a CI-Brasil pretende também identificar a importância dessas áreas com relação ao valor dos serviços ambientais associados e opotencial para a mantenção desses serviços e dos benefícios deles advindos. 

A Vale também é parceira da CI no projeto TEEB​ e, por meio do Fundo Vale, da Iniciativa Amapá​.

 
​​
 
 
 
 
  • |
  • |
  • |