Programa de RPPNs apresenta resultado do XII edital

Programa de Incentivo às Reservas Particulares do Patrimônio Natural (RPPNs) da Mata Atlântica apresenta resultado de seu XII edital

Belo Horizonte, 03 de setembro de 2013 —

O Programa de Incentivo às Reservas Particulares do Patrimônio Natural (RPPNs) da Mata Atlântica, coordenado pelas ONGs Conservação Internacional (CI-Brasil) e Fundação SOS Mata Atlântica, apresenta o resultado de seu XII edital de apoio à criação e gestão de reservas particulares na Mata Atlântica. A iniciativa, que esse ano completa 10 anos, destinará 253 mil reais para criação e gestão de 35 reservas particulares de 8 Estados brasileiros. 


As propriedades beneficiadas ficam nos Estados de Alagoas, Bahia, Minas Gerais, Pernambuco, Paraná, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul e São Paulo. O edital contou com recursos do Bradesco Capitalização e do Instituto Credit Suisse Hedging-Griffo. 

O Programa apoiará nesse edital a criação de 31 novas reservas que totalizam quase 2 mil hectares de floresta preservados. Outras quatro reservas receberão apoio para implementação de seus planos de manejo em uma área total de mais de 500 hectares. A Bahia é o Estado que mais teve propriedades beneficiadas, com total de 19 novas reservas. Em segundo lugar vem Minas Gerais, com apoio a quatro reservas. Em seguida estão Alagoas, Pernambuco e São Paulo, com três reservas apoiadas, e depois Rio Grande do Sul, Rio de Janeiro e Paraná, com uma cada.

“Estamos comemorando 10 anos de Programa com resultados bastante expressivos: mais de 57 mil hectares ou 69 mil campos de futebol protegidos com nosso apoio. Valorizar e apoiar a iniciativa dos proprietários de terra na criação e gestão de suas reservas é o nosso compromisso. O engajamento deles é um grande diferencial para a conservação da Mata Atlântica, pois 80% dos remanescentes está em áreas particulares”, afirma Mariana Machado, coordenadora do Programa de Incentivo às RPPNs da Mata Atlântica. 

Confira a lista das reservas contempladas pelo XII edital do Programa:

 

Novas RPPNs a serem criadas

Reserva

Localização

RPPN Guanabara

União dos Palmares - AL

RPPN Anhumas

União dos Palmares - AL

RPPN Anhumas III

União dos Palmares - AL

RPPN Santa Elisa

Camamu – BA

RPPN Santa Ana

Itacaré – BA

RPPN Santo Antonio

Itacaré – BA

RPPN Jacarandá

Ituberá – BA

RPPN Toca da Onça

Jaguaripe – BA

RPPN Santo Antonio Boa União

Maraú – BA

RPPN Pingo de Ouro

Maraú – BA

RPPN Vitória Primavera

Maraú – BA

RPPN Boa Vista 1

Maraú – BA

RPPN Boa Vista 2

Maraú – BA

RPPN Santo André

Maraú – BA

RPPN Santa Rita

Maraú – BA

RPPN Matinha B

Maraú – BA

RPPN Matinha A

Maraú – BA

RPPN Altamira

Maraú – BA

Boa Sorte

Maraú – BA

RPPN Maritéia

Una – BA

RPPN Capela I

Valença – BA

RPPN Capela II

Valença – BA

RPPN Alto Sereno e Boa Vista

Leopoldina - MG

RPPN Tabaroa

Prados – MG

RPPN Serro Azul

Agrestina – PE

RPPN do Benedito

Gravatá – PE

RPPN do Ferreiro

Nova Friburgo - RJ

RPPN Refúgio Carolina

Campo Largo - PR

RPPN Travessia

Lavrinhas – SP

RPPN Fazenda São Francisco

São José do Barreiro - SP

RPPN Instituto Socioambiental Fazenda Catadupa

São José do Barreiro - SP

RPPNs apoiadas na implementação de plano de manejo

 

Reserva

Localização

RPPN Alto Gamarra

Baependi – MG

RPPN Alto da Boa Vista I e II

Descoberto - MG

RPPN Pedra D'Anta

Lagoa dos Gatos - PE

RPPN Maragato

Passo Fundo - RS

Sobre o Programa

O Programa de Incentivo às RPPNs da Mata Atlântica, coordenado pela Conservação Internacional (CI – Brasil) e Fundação SOS Mata Atlântica, tem como objetivo ampliar a área do bioma protegida no País, estimulando a criação de novas reservas e a gestão das já existentes. As RPPNs protegem, atualmente, mais de 703 mil hectares do território nacional, distribuídos em 1.094 reservas. Só no Bioma Mata Atlântica,  elas somam 755 e protegem mais de 141 mil hectares. Em 2013, o Programa completou 10 anos e, neste período, possibilitou a criação de 392 destas reservas, além da gestão de 101, totalizando mais de 57 mil hectares de área protegida na Mata Atlântica. 

Uma grande parcela dos fragmentos florestais existentes na Mata Atlântica está localizada dentro de propriedades particulares. Portanto, a criação, a manutenção e a gestão de RPPNs são fundamentais para a conservação de trechos importantes do bioma, garantindo a proteção de espécies ameaçadas e a manutenção dos serviços ambientais fornecidos pelas florestas e os recursos naturais nessas regiões.

Sobre a Conservação Internacional

A Conservação Internacional (CI) é uma organização privada, sem fins lucrativos, fundada em 1987 com o objetivo de promover o bem-estar humano fortalecendo a sociedade no cuidado responsável e sustentável para com a natureza – nossa biodiversidade global – amparada em uma base sólida de ciência, parcerias e experiências de campo. Como uma organização não governamental (ONG) global, a CI atua em mais de 40 países, distribuídos por quatro continentes. Em 1988, iniciou seus primeiros projetos no Brasil e, em 1990, se estabeleceu como uma ONG nacional. Possui escritórios em Belo Horizonte-MG, Belém-PA, Brasília-DF e Rio de Janeiro-RJ, além de uma unidade avançada em Caravelas-BA. Para mais informações sobre os programas da CI no Brasil, visite www.conservacao.org, o Twitter @CIBrasil e o Facebookwww.facebook.com/ConservacaoInternacional.  

Sobre a Fundação SOS Mata Atlântica

Criada em 1986, a Fundação SOS Mata Atlântica é uma organização privada sem fins lucrativos, que tem como missão promover a conservação da diversidade biológica e cultural do bioma Mata Atlântica e ecossistemas sob sua influência. Assim, estimula ações para o desenvolvimento sustentável, promove a educação e o conhecimento sobre a Mata Atlântica, mobiliza, capacita e incentiva o exercício da cidadania socioambiental. A Fundação desenvolve projetos de conservação ambiental, produção de dados, mapeamento e monitoramento da cobertura florestal do bioma, campanhas, estratégias de ação na área de políticas públicas, programas de educação ambiental e restauração florestal, voluntariado, desenvolvimento sustentável, proteção e manejo de ecossistemas. 

www.sosma.org.br

twitter.com/sosma

youtube.com/sosmata

facebook.com/SOSMataAtlantica