Intro Photo Large

Remove this module

Section Info

EditPhoto Title:Semeando Águas no Paraguaçu
EditPhoto Description:
EditImage Url:/global/brasil/iniciativas-atuais/PublishingImages/Pages/bacia-do-paraguacu/Paragua%C3%A7u%20-%20Itaet%C3%AA%202.JPG
EditImage Description:
EditPhoto Credit:© Rogério Mucugê
EditPhoto RenditionID Small:5[Optional]
EditPhoto RenditionID Webkit:6[Optional]
EditPhoto RenditionID Medium:7[Optional]
EditPhoto RenditionID Portrait:8[Optional]
EditPhoto RenditionID Large:9[Optional]

A bacia hidrográfica do Paraguaçu é uma das mais importantes para o estado da Bahia, sendo fundamental para o abastecimento de água da região metropolitana de Salvador. Mais de 3 milhões de pessoas dependem das águas deste rio, cuja bacia se estende por mais de 55 mil km2, abrangendo 86 municípios e 10% do território do estado. O Paraguaçu tem suas nascentes em áreas de Caatinga, Campos de Altitude e encraves de Mata Atlântica na Chapada Diamantina. Das nascentes até a foz, na Baía de Todos os Santos, o rio percorre 600 km, cruzando uma região com alta diversidade social, cultural e ecológica.

Tamanha importância torna ainda mais preocupante o atual estado de degradação ambiental da bacia. Falta de vegetação nativa, principalmente nas margens dos cursos d’água, assoreamento, lançamento de esgoto sem tratamento e contaminação das águas pelo uso inadequado e excessivo de defensivos agrícolas são os principais problemas ambientais do Paraguaçu. Diante desta realidade, o projeto Semeando Águas no Paraguaçu, desenvolvido pela Conservação Internacional, em parceria com a Secretaria Estadual de Meio Ambiente (SEMA) e com o Instituto do Meio Ambiente e dos Recursos Hídricos (Inema), com o patrocínio da Petrobras, através do Programa Petrobras Socioambiental, está implementando ações demonstrativas para a recuperação da bacia e mobilizando os atores sociais locais, visando uma governança efetiva e inclusiva, que contribua para integrar esforços e ativos em prol da transformação do território.

Com duração de dois anos (2014 e 2015), o projeto tem seus objetivos organizados em três áreas de abrangência: bacia do Paraguaçu (área total de 86 municípios); Alto Paraguaçu (incluindo 16 municípios nas cabeceiras); e área focal para restauração (municípios de Mucugê, Ibicoara e Barra da Estiva).

Resultados esperados:

Na área total da bacia: elaboração, em parceria com o Comitê de Bacia do Paraguaçu, do plano estratégico para manutenção e recuperação da capacidade hídrica da bacia, incluindo a identificação das áreas mais importantes para a produção de água e uma proposta para pagamento por serviços ambientais; realização de oficinas de comunicação, treinamentos em coleta de sementes, produção de mudas e restauração de ecossistemas, entre outras atividades.

No Alto Paraguaçu: articulação e promoção, em parceria com o Comitê de Bacia do Paraguaçu, da mobilização e da educação ambiental de agentes replicadores, além da realização de um diagnóstico socioambiental e mapeamento da cobertura e uso do solo.

Na área focal para restauração: adequação ambiental de propriedades rurais, com sua inclusão no Cadastro Estadual Florestal de Imóveis Rurais (CEFIR); recuperação de 70 hectares, principalmente margens de rios e nascentes, que servirão como áreas demonstrativas de tecnologias adequadas para a restauração dos ecossistemas locais.

Assista ao Vídeo e conheça o projeto Semeando Águas do Paraguaçu


Baixe gratuitamente os vídeos para exibir em sua região. 



Parcerias: Secretaria Estadual de Meio Ambiente (SEMA), Instituto do Meio Ambiente e dos Recursos Hídricos (Inema), Comitê de Bacia do Paraguaçu, Petrobras, Prefeitura Municipal de Mucugê, Prefeitura Municipal de Barra da Estiva, Prefeitura Municipal de Ibicoara, Ministério Público Estadual, Associação Bicho do Mato, Associação Comunitária das Caraíbas, Brigada BRAVOS, Rede de Sementes e Mudas do Paraguaçu

Mais informações: http://www.semeandoaguas.org.br/