Um legado de alimentação saudável e sustentável

Os Jogos Olímpicos e Paraolímpicos são megaeventos altamente transformadores, cuja mensagem de saúde e bem-estar, por meio do esporte, possui um alcance global durante a sua realização. Já para as cidades e países onde os Jogos se realizam, esse potencial transformador pode assumir a forma de legados de maior longevidade em benefício da sociedade como um todo.

A iniciativa Rio Alimentação Sustentável acredita que os Jogos Olímpicos e Paraolímpicos Rio 2016 podem ser uma excelente plataforma para a disseminação de conceitos e práticas ligadas à produção e consumo de alimentos de origem saudável e sustentável.

Não só durante os jogos - onde a alimentação saudável e nutritiva de atletas é fundamental - mas como legado para a cidade do Rio de Janeiro e região, a iniciativa Rio Alimentação Sustentável busca aumentar a oferta de alimentos de boa qualidade, seguros e saudáveis - promovendo a boa saúde e respeitando as questões sociais e ambientais.

A Secretaria Executiva da iniciativa é formada pela CI-Brasil e pelo WWF-Brasil, e coordena o diálogo entre mais de 20 instituições parceiras, entre sociedade civil, governos e instituições de pesquisa, em prol da estruturação e fortalecimento das cadeias de suprimento de produtos saudáveis e sustentáveis.

Para saber mais sobre a iniciativa Rio Alimentação Sustentável: www.rio-alimentacaosustentavel.org.br.

Parcerias: Aquaculture Stewardship Council (ASC), Bonsucro, Centrais de Abastecimento do Estado do Rio de Janeiro (CEASA/RJ), Forest Stewardship Council (FSC), Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural (Emater), Fairtrade Internacional, Fundação Getulio Vargas (FGV), Fundação Instituto de Pesca do Estado do Rio de Janeiro (FIPERJ/RJ), Instituto de Manejo e Certificação Florestal e Agrícola (Imaflora), Instituto Nacional de Metrologia, Normalização e Qualidade Industrial (INMETRO), Instituto E, Instituto Maniva, International Social and Environmental Accreditation and Labelling Alliance (ISEAL), Ministério do Meio Ambiente (MMA), Marine Stewardship Council (MSC), Planeta Orgânico, Empresa de Pesquisa Agropecuária do Estado do Rio de Janeiro (PESAGRO/RJ), Secretaria de Agricultura e Pecuária do Estado do Rio de Janeiro (SEAPEC/RJ), Secretaria de Estado de Desenvolvimento Regional, Abastecimento e Pesca do Estado do Rio de Janeiro (SEDRAP/RJ), Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae), Sindicato de Bares e Hoteis do Rio de Janeiro (Sind-Rio), Sociedade Nacional de Agricultura (SNA), Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro (UFRRJ) e WWF-Brasil.