Potencializando o uso público das Unidades de Conservação

 

O território Abrolhos Terra e Mar concentra um grande número de Unidades de Conservação (UCs), terrestres e marinhas. Estas áreas são fundamentais para a conservação da biodiversidade da região, pois protegem os maiores e mais importantes remanescentes de Mata Atlântica da Bahia, restingas e manguezais, além do maior complexo de recifes de corais do Atlântico Sul. Visando valorizar este imenso potencial, um dos principais focos da CI-Brasil tem sido incentivar o uso público sustentável destas emblemáticas áreas.

Para isso, a CI-Brasil está criando um fundo fiduciário e um mecanismo financeiro que complementam os recursos já previstos para as atividades das Unidades de Conservação, agilizando e potencializando a abertura destas unidades à visitação pública de forma integrada. Além disso, estas ferramentas financeiras atuam como um meio transparente e eficiente de aplicação de recursos, assim como incentivam a captação de novos recursos que geram mais impactos positivos em todas as Unidades de Conservação do território.

Resultados esperados:

  • Diagnóstico do uso público das UCs do Extremo Sul da Bahia realizado;
  • Fundo fiduciário para apoiar as atividades de uso público nas UCs da região criado;
  • Mecanismo financeiro que gere sustentabilidade para as UCs da região desenvolvido e implementado.

Parcerias: Global Conservation Fund (GCF), Fundo Brasileiro para a Biodiversidade (FUNBIO) e Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio).