​Conservação e uso sustentável da biodiversidade em Juruti​

Na bacia do Rio Tapajós, mais especificamente às margens do rio Amazonas, em uma das regiões mais pulsantes da Amazônia Brasileira, o município de Juruti, no Pará reúne em contraste uma natureza rica e exuberante e uma população que luta para aumentar sua qualidade de vida e desenvolvimento humano.

Com uma área de mais de 800.000 hectares, dos quais mais de 60% ainda são cobertos por florestas nativas, Juruti tem a oportunidade de tornar a conservação da natureza o eixo central de seu desenvolvimento econômico. Para isso, precisa construir e implementar uma estratégia para que as atividades produtivas sejam conduzidas de modo sustentável e equitativo - em benefício de seus habitantes.

Atuando em estreita coordenação com a Prefeitura governo Municipal e com apoio da Alcoa Foundation, a CI-Brasil vem contribuindo com diversas iniciativas relacionadas à conservação e uso sustentável da biodiversidade no município de Juruti. Além de apoiar a elaboração de um plano estratégico para a biodiversidade, a CI vem trabalhando em prol da criação de unidades de conservação na região, o estabelecimento de uma governança efetiva e a estruturação de cadeias produtivas sustentáveis, como as do açaí e da castanha do Brasil.

Resultados esperados: 

  • ​Desenvolvimento do Plano de Conservação e Uso Sustentável da Biodiversidade;
  • Apoio à criação de duas Unidades de Conservação – uma de proteção integral e uma de uso sustentável;
  • Capacitação de técnicos, produtores rurais, ribeirinhos e extrativistas em cadeias produtivas sustentáveis;
  • Elaboração do zoneamento do uso do solo do município de Juruti;
  • Implantação do Centro de Geoprocessamento e Planejamento Territorial e Ambiental (Geo-Juruti).

Parcerias: Alcoa, Alcoa Foundation, Governo do Estado do Pará (Programa dos Municípios Verdes-PMV) e Prefeitura Municipal de Juruti.